sábado, 28 de junho de 2008

Vai ser assim!

Photobucket


(sem menção do autor)

Vai ser assim!

Um belo dia você vai lembrar de mim
e vai se perguntar por onde eu ando
e com certeza nesse dia vai estar
em outros braços se enroscando.

No escuro do seu quarto
vai sentir o meu perfume
e também o meu calor
e comigo nesse instante até fará amor.

Não se dará conta que, de verdade,
jamais nos encontramos e que fazer amor
esteve apenas nos nossos planos.

Então, envolvido nessa loucura,
acreditará que por um longo tempo
você foi meu e eu fui sua.

Logo verá o meu rosto refletido
no rosto dela que me servirá de moldura
e meu corpo suado você sentirá ao seu colado
após termos nos amado.

Mas em certo momento a lua vai se despedir
e as minhas carícias o colocarão para dormir.

Certa hora você irá acordar
e com a realidade se encontrar.

Não fui eu quem esteve ali,
não o amei, nem o coloquei para dormir.

Não foram os meus beijos que você provou,
também não foi o meu perfume que o inebriou ........
Photobucket

Começo,Meio e Fim - Roupa Nova

Photobucket



Composição: Tavito - Ney Azambuja - Paulo Sérgio Valle

A vida tem sons que pra gente ouvir
Precisa entender que um amor de verdade
É feito canção, qualquer coisa assim,
Que tem seu começo, seu meio e seu fim

A vida tem sons que pra gente ouvir
Precisa aprender a começar de novo.
É como tocar o mesmo violão
E nele compor uma nova canção

Que fale de amor
Que faça chorar
Que toque mais forte
Esse meu coração

Ah! Coração!
Se apronta pra recomeçar.
Ah! Coração!
Esquece esse medo de amar de novo.
Photobucket

Sabe como me seduzir?

Photobucket


Sabe como me seduzir?
Me seduz com seu jeito carinhoso,
atrevido com seu beijo apaixonado
E gostoso...
Não me digas nada
Apenas me abrace ,
Me sufoca com teus beijos...
Desperte em mim desejos
Nos teus braços
Serei sua e voce meu ..
Eu serei tua poesia...
Sua lembrança gostosa de todos
Os dias...Seus desejos... Suas alegrias
Ainda não sabe como me seduzir?
Vem comigo nesse momento..
Pois em ti encontrei
Minha poesia escondida...
Será você o amor da minha vida?
Você é nas entrelinhas meus
Versos mais picantes temperados com
Um toque de ternura
Com aroma dos amantes
Será você o amor da minha vida?
Te quero... Vem se perder
Seja capaz de me seduzir
Basta apenas me descobrir
Vem...
(F.Maia)
Photobucket

Para Você... Tudo que desejo

Photobucket

(Autoria: Vilma Galvão)

Para você desejo o SOL
para aquecer seu corpo,
para lhe transmitir mais energia,
para fazer o seu dia ainda mais bonito.

Para você desejo a CHUVA
que você possa sentir cada gota lhe tocando
regando as suas esperanças.

Para você desejo a LUA
para iluminar a sua noite,
lhe trazer lembranças boas,
beijar docemente os seus olhos.

Para você desejo o MAR
para banhar sua pele
para que você ouvir seus ruídos
e descansar sua mente.
lhe fornecendo a calma necessária,

Para você desejo a TERRA
que os seus pés possam pisar nela
e sentir o imenso prazer
que ela pode lhe oferecer.

Para você desejo as ESTRELAS
para brilhar em sua vida
e lhe mostrar toda beleza da noite
colocando-lhe em êxtase total.

Para você desejo todas as
OBRAS DE DEUS
para que jamais tenha motivos de tristeza,
para que sua alma sempre esteja em paz.

Desejo a você tudo o que tem de bom nesta vida,e que ao sentir-se triste,
possa lembrar de tudo isso,e então, poder sorrir de felicidade...
Photobucket

Te Quero Porque Te Amo

Photobucket

(Sirlei L. Passolongo)

Te quero
E porque te quero
Esse querer
Que me queira...
Que me deseje
Como te desejo
Me roube um beijo
Sem que eu espere.

Me dê uma rosa
Num dia qualquer
Me faça um elogio
De cabelos
Desarrumados
Me faça os dengos
De toda mulher

Me olhe frente
Ao espelho
E me faça rir
Da minha vaidade
Me abrace quando
O sol acordar
Pedindo a ele
Que se demore
Pra no céu clarear

Me ame
Quando a lua voltar
E dormindo me chame
P'ra no seu sonho entrar
E quero porque te amo...
Te amo porque te quero
E esse querer quase insano
que me ame como te amo.
Photobucket

terça-feira, 17 de junho de 2008

Quando o Amor Vai Embora!

Photobucket

Silvana Duboc

Quando o amor resolve partir
Geralmente ele não sabe pra onde ir
Ele também nunca deixa um recado
E segue por aí arrasado

Quando ele decide que chegou a sua hora
Não existe nenhuma história
Que consiga prendê-lo
Nenhuma lembrança que possa detê-lo
Nada que o faça ficar

Quando acontece do amor acabar
Não nos avisa se depois vai voltar
Não nos confidencia se vai reviver
Quando ele termina, só nos faz sofrer

Quando o amor desliza por entre os dedos
Cheio de medos
E não ouve os nossos apelos
É sinal que ele se atropelou
Se partiu e se quebrou

Quando o amor vai embora
Deixa uma chaga aberta no peito
Uma esperança de vê-lo refeito
E quando ele foge pra lugares distantes

Quando se perde por entre momentos intrigantes
Por entre frases decepcionantes
É sinal que ele ficou fraco
Que virou um farrapo

Amor de verdade tem que ter qualidade
Equilíbrio e quantidade
Tem que ter sinceridade
Pode ser passivo de estragos, mas com consertos
Pode esmorecer, mas tem que saber sobreviver

Quando o amor realmente vai embora
E com ele carrega um peso dos ombros
E consegue logo remover os escombros
É porque ele definitivamente acabou

Mas quando o amor vai embora
Alguma cicatriz ele deixou
Algum arrependimento
Alguma dor
Algum lamento
E aí vem o tempo...
O grande companheiro
E faz parecer que nada foi verdadeiro
Cada dia que passa
Cada ano que se vai
Carrega todas as lembranças
Carrega as tristezas e as desconfianças
....e aí... tropeça-se em outro amor
Esquece que já se viveu tanta dor

Quando um amor vai embora
Significa que chegou a hora
De apagar o passado
Olhar pro lado...e recomeçar
Quem sabe um novo amor encontrar.
Photobucket

Restos de nós dois

Photobucket


Silvana Duboc

Hoje
Abrí aquela caixinha onde guardo nossos segredos.
Fazia tempo que não a visitava…
Por puro medo.
Encontrei lá dentro, restos de nós dois.
Relí suas cartas, aquelas que falavam do seu amor,
Onde você descrevia a sua paixão por mim,
E incendiei por dentro por um momento.
Depois encontrei aquele guardanapo
Que num bar certa vez você
Desenhou um coração
E então…
O coração que bate dentro do meu peito,
Bateu insatisfeito.
Remexí ainda mais na caixinha e achei uma flor.
Aquela rosa
Que você me deu no dia que me disse pela primeira vez,
“Eu te amo”
E descobrí que ela secou… Por pura falta de amor.
Depois bem lá no fundo encontrei perdido,
Aquele coração partido que andava pendurado no meu pescoço,
Pensei então na outra metade.
Onde andaria?
Será que ela ainda existia?
Achei também um bilhetinho amassadinho
Que dizia que a vida era ruim sem mim,
Que nada valia a pena no dia em que você não me via,
Aí lembrei do seu sorriso quando você me encontrava.

Eu lhe amava!
Revirei-a mais um pouco
E cheia de desgosto achei então aquela oração
Que você fez pra mim naquele nosso momento ruim
E chorei baixinho de tanta dor.
Também achei um bilhetinho pedindo perdão
Por um momento de tensão.
E lembrei que
Lhe dei esse perdão com a maior emoção.
Em seguida achei um papel dobradinho
Com aquela poesia que você fez pra mim
No dia seguinte que nos amamos pela primeira vez.
Aí delirei de prazer por você.
Também estava lá a letra daquela música
Que quando ouvimos um certo dia
Você me disse então que seria a nossa canção.
E eu a cantarolei baixinho por um breve minutinho.

E aí…
Depois de já estar com o rosto inchado de tanto chorar,
Com o coração estraçalhado
Achei aquele e-mail que você me mandou
Falando do fim do nosso amor.
Que tinha acabado.
Que estava tudo terminado.
Poucas linhas… Rápidas palavras.
Como se a nossa história tivesse sido transitória.
Ardí de dor.
Me enterrei na saudade.
Depois tranquei a caixinha e partí pra minha realidade,
Fingindo a todos não viver na agonia.
Mas na verdade, o que eu queria
Era morar dentro daquela caixinha,
Junto com o meu coração que já vive lá.

Afinal
Desde que você me deixou,
Foi o único lugar que ele encontrou pra
Continuar a pulsar.
Photobucket

sábado, 14 de junho de 2008

Still Loving You - Scorpions

Photobucket


Still Loving You (Tradução)
Scorpions
Composição: Klaus Meine / Rudolph Shencker

Ainda Te Amando

Tempo, é preciso de tempo
Para reconquistar seu amor
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá
O amor, apenas o amor
Pode algum dia trazer de volta seu amor
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá

Lutar, querida, eu lutarei
Para reconquistar seu amor
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá
O amor, apenas o amor
Pode algum dia quebrar a parede
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá

Se nós percorremos novamente
Todo o caminho, desde o início
Eu poderia tentar mudar
As coisas que mataram o nosso amor
Seu orgulho construiu uma barreira, tão forte,
Que não consigo atravessar
Não existe realmente nenhuma chance
Para recomeçarmos novamente?
Estou te amando

Tente, querida, tente
Acreditar no meu amor novamente
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá
O amor, nosso amor.
Não deveria ser simplesmente jogado fora.
Eu chegarei lá, Eu chegarei lá

Se nós percorremos novamente
Todo o caminho, desde o início
Eu poderia tentar mudar
As coisas que mataram o nosso amor
Seu orgulho construiu uma barreira, tão forte,
Que não consigo atravessar
Não existe realmente nehma chance
Para recomeçarmos novamente?

Se nós percorremos novamente
Todo o caminho, desde o início,
Eu poderia tentar mudar
As coisas que mataram o nosso amor
Sim, feri o seu orgulho e eu sei,
O que você tem sofrido
Você deveria me dar uma chance
Isto não pode ser o fim...
Eu ainda te amo
Eu ainda te amo, eu preciso do teu amor
Eu ainda te amo

Photobucket

Buscando o amor

Photobucket

(sem menção do autor)

Busquei no horizonte uma nova
forma de ser feliz...
Nada achei!
Busquei na meia noite uma maneira
suave de sonhar...
não adormeci!
Busquei, então, onde a razão não
pode alcançar,
fui dentro de mim,
bem profundo
e quase sem querer te
descobri por entre
letras mágicas
e risos escondidos...
Te achei!
E agora te amo pra sempre.

Photobucket

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Em Cada Sentimento Meu...

Photobucket
Roger Jones

Em cada sentimento meu...
Tem um espírito ateu...
E uma alma reencarnada...
Um orgulho plebeu...
E uma nobreza calada...
Uma certeza nítida...
Em eterna dúvida...
Um cruel bandido...
E um anjo perdido...
Um livro aberto...
E um segredo guardado...
Um futuro incerto...
Num instante passado...
Um destino certo...
E um projeto abandonado...

Em cada sentimento meu...
Tem um sentido...
E um rumo inexistente...
Um desejo contido...
E um medo persistente...
Uma vontade que desiste...
E uma esperança que existe...
Um desencanto...
E um contentamento...
Um amigo santo...
E um demônio atento...
Uma inteligência sólida...
E ingenuidade...
Uma demência mórbida...
E serenidade...

Em cada sentimento meu...
Tem uma contradição...
E uma lógica sem chão...
Um desânimo juvenil...
E um desabafo senil...
Uma harmonia...
Em confusão...
Uma agonia...
E uma razão...
Um colapso vulcânico...
E a calma de um lago...
Um pânico...
E um afago...
Um verso doce e amargo...
Que se intrometeu...

Em cada sentimento meu...
Há você !!!

Em cada sentimento meu...

Photobucket

quarta-feira, 4 de junho de 2008

O que desejo pra você

Photobucket

Vinicius de Moraes

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.


Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,


Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.


Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.


Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.


Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.


Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.


Desejo que você descubra ,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.


Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.


Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.


Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.


Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.


Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar.

(Original de Victor Hugo adaptado por Vinícius de Morais)


Photobucket

Te amo

Photobucket

Gian Franco Pagliaro

Te amo
Te amo de uma manera inexplicable
Te amo de uma maneira inexplicável
De una forma inconfesable
De uma forma inconfessável
De un modo contradictorio
De um modo contraditório

Te amo con mis estados de ânimos que son muchos
Te amo, com meus estados de ânimos que são muitos
Y cambian de humor continuamente
e mudar de humor continuadamente
Por lo que ya sabes,
Pelo que você já sabe
El tiempo
O tempo
La vida
a vida
La muerta
A morte

Te amo
Con el mundo que no entiendo
Te amo, com um mundo que não entendo
Con la gente que no compreende
com as pessoas que não compreendem
Com la ambivalencia de mi alma
com a ambivalência de minha alma
Con la incoherencia de mi actos
com a incoerência dos meus atos
Con la fatalidad del destino
com a fatalidade do destino
Con la conspiración del desejo
com a conspiração do desejo
Con la ambiguedad de los hechos
com a ambiguidade dos fatos
Aún cuando te digo que no te amo, te amo
ainda quando digo que não te amo, te amo
Hasta cuando te angaño, no te angaño
até quando te engano, não te engano
En el fondo, ilevo a cabo un plan
no fundo levo a cabo um plano
Para amarte mejor
para amar-te melhor.

Te amo
Sin reflexionar, inconscientemente
Te amo, sem refletir, inconscientemente
irresponsablemente, espontaneamente
irresponsavelmente,
espontaneamente

involutariamente, por instinto
involuntariamente, por instinto
por impulso, irracionalmente
por impulso, irracionalmente
En afecto no tengo argumentos lógicos
de fato não tenho argumentos lógicos
ni siquiera improvisados
nem sequer improvisados
Para fundamentar este amor que siento por ti,
Para fundamentar este amor que sinto por ti
Que surgió misteriosamente de la nada
Que surgiu misteriosamente do nada
Que no ha resuelto mágicamente nada
que não resolveu magicamente nada
Y que milagrosamente, de a poco, con poco ya nada
e que milagrosamente, pouco a pouco,com pouco e nada
Ha mejorado lo peor de mi
melhorou o pior de mim

Te amo
Te amo con un cuerpo que no piensa
Te amo com um corpo que não pensa
Con un corazón que no razona,
Com um coração que não raciocina
Con una cabeza que no coordina
Com uma cabeça que não coordena

Te amo
incomprensiblemente
Te amo, incompreensivelmente
Sin preguntarme por qué te amo
sem perguntar-me porque te amo
Sin importarme por qué te amo
Sem importar-me porque te amo
Sin cuestionarme por qué te amo
Sem questionar-me porque te amo

Te amo
sencillamente por qué te amo
Te amo
simplesmente porque te amo
Yo mismo no se por qué te amo
Eu mesmo não sei porque te amo
Photobucket

domingo, 1 de junho de 2008

QUEM SOU EU?

Photobucket

Carolina Salcides

QUEM SOU EU?
Uma mulher incomum.
A luz e o breu...
Exótica e comum.
Sim,isso é possível!
Sou oscilante.
As vezes erro,em outras sou incrível!
Eterna inconstante...
Amo infinitamente!
Apaixono-me...Enlouqueço.
De corpo,alma e mente!
Que até de mim eu esqueço.
Meus olhos são um poço infinito...
De amor,encantamento,bondade...
Olhe-os por um minuto!
E verás toda verdade.
Eu não sou perfeita...
Nem dona da verdade!
Mas sou dona de mim.
Dona das minhas vontades.
Só espalho minha essência no ar...
Meu amor...Meus desejos.
Escrevo o que minha alma grita...
Goste quem gostar.
Eu sou alguém que você pode contar
Sempre.
Alguém que vai te fazer rir...
E também chorar.
Porque sou transparente.
Sou verdadeira.
Amiga...Amante...
Guerreira.
Te darei a mão...Colo...Abraço
Te darei meu coração.
Eu não sei amar pouco
Ser pouco...
Dar pouco...
Ser mulher pouco.
AMIGA POUCO!
Sou uma mulher que se conhece e se permite!
Alguém que ousa e arrisca.
Uma mulher que ri...chora...ama!
Photobucket

AS PALAVRAS SEMPRE FICAM

Photobucket

(Silvana Duboc)

As palavras sempre ficam.
Se me disseres que me amas, acreditarei.
Mas se me escreveres que me amas,
acreditarei ainda mais .

Se me falares da tua saudade, entenderei.
Mas se escreveres sobre ela,
eu a sentirei junto contigo .

Se a tristeza vier até consumir e me contares, eu saberei.
Mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor.

Lembre-se sempre do poder das palavras.
Quem escreve constrói um castelo ,
e quem lê passa a habitá-lo.
Photobucket

COMO TE AMO

Photobucket

Elizabeth Barrett Browning

Como te amo?
Deixa-me contar de quantas maneiras.

Amo-te até ao mais fundo, ao mais amplo
e ao mais alto que a minha alma pode
alcançar buscando, para além do visível
dos limites do Ser e da Graça ideal.

Amo-te até às mais ínfimas necessidades
de todosos dias à luz do sol e à luz das velas.
Amo-te com liberdade, enquanto os homens
lutam pela Justiça;

Amo-te com pureza, enquanto se afastam da lisonja.

Amo-te com a paixão das minhas velhas
mágoas e com a fé da minha infância.

Amo-te com um amor que me parecia
perdido
- quando perdi os meus santos
- amo-te com o fôlego,
os sorrisos,
as lágrimas de toda a minha vida!
E, se Deus quiser,
amar-te-ei melhor depois da morte.

Photobucket